Mensagem do Dia

Seleção diária das melhores mensagens da bíblia

Home >> Mensagem do Dia >> A cura de um jovem Lucas 9.37-62

15/11/2019 - A cura de um jovem Lucas 9.37-62

 

No dia seguinte, quando eles desceram do monte, uma grande multidão veio ao encontro de Jesus. E eis que, do meio da multidão, surgiu um homem, dizendo em alta voz: 

— Mestre, peço que o senhor olhe o meu filho, porque é o único que tenho. Um espírito se apodera dele, e, de repente, o menino grita, e o espírito o convulsiona até espumar; e dificilmente o deixa, depois de o ter maltratado. Pedi aos seus discípulos que o expulsassem, mas eles não puderam. 

Jesus exclamou: 

— Ó geração incrédula e perversa! Até quando estarei com vocês e terei de suportá-los? Traga o seu filho aqui.

Quando o menino estava se aproximando, o demônio o atirou no chão e o convulsionou; mas Jesus repreendeu o espírito imundo, curou o menino e o entregou ao pai. E todos ficaram maravilhados com a majestade de Deus. 

Como todos estavam admirados com tudo o que Jesus fazia, ele disse aos seus discípulos:

— Prestem bem atenção nas seguintes palavras: o Filho do Homem está para ser entregue nas mãos dos homens.

Eles, porém, não entendiam isso, e lhes foi encoberto para que não o compreendessem. E temiam fazer perguntas a Jesus a respeito deste assunto. 

Surgiu entre os discípulos uma discussão sobre qual deles seria o maior. Mas Jesus, sabendo o que se passava no coração deles, pegou uma criança, colocou-a junto de si e lhes disse: 

— Quem receber esta criança em meu nome é a mim que recebe; e quem receber a mim recebe aquele que me enviou; porque aquele que for o menor de todos entre vocês, esse é que é grande.

João tomou a palavra e disse: 

— Mestre, vimos certo homem que expulsava demônios em seu nome, mas nós o proibimos de fazer isso, porque não segue conosco.

Mas Jesus lhe disse: 

— Não proíbam, pois quem não é contra vocês é a favor de vocês.

E aconteceu que, ao se completarem os dias em que seria elevado ao céu, Jesus manifestou, no semblante, a firme resolução de ir para Jerusalém. E enviou mensageiros que fossem na frente. Indo eles, entraram numa aldeia de samaritanos para lhe preparar pousada. Mas não o receberam, porque o aspecto dele era de quem, decisivamente, ia para Jerusalém. Vendo isto, os discípulos Tiago e João perguntaram: 

— Senhor, quer que mandemos descer fogo do céu para os consumir?

Mas Jesus, voltando-se, os repreendeu. E seguiram para outra aldeia. 

Enquanto seguiam pelo caminho, alguém disse a Jesus: 

— Vou segui-lo para onde quer que o senhor for.

Mas Jesus lhe respondeu: 

— As raposas têm as suas tocas e as aves do céu têm os seus ninhos, mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça.

A outro Jesus disse: 

— Siga-me!

Mas ele respondeu:

— Senhor, deixe-me ir primeiro sepultar o meu pai.

Mas Jesus insistiu: 

— Deixe que os mortos sepultem os seus mortos. Você, porém, vá e anuncie o Reino de Deus.

Outro lhe disse: 

— Senhor, quero segui-lo, mas permita que antes disso eu me despeça das pessoas da minha casa.

Mas Jesus lhe respondeu: 

— Ninguém que põe a mão no arado e olha para trás é apto para o Reino de Deus.